Me Perdendo no Infinito Azul

Queria pelo menos um dia,
ser um pequeno pássaro
e voar pelos céus, sentir o sol
a me aquecer.

Mergulhar no azul infinito
Livre, livre de todas as tristezas,
Só sentir o vento em minhas asas
E a sensação de ser livre...

A paz, a calma, e a alegria de voar...
Pra sempre fora, fora desse mundo,
Sentir a inocência do vento...
E ouvir somente sussurros no meu
pequeno ouvido
E me perder no infinito eternamente...

by Ju

Comentários

  1. Olá!
    Amei seu blog, em especial esse poema, talvez por estar querendo paz e um pouco mais de liberdade para expressar meus sentimentos sem que eu me machuque.
    Parabéns e continue escrevendo! *-*
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua visita, é bom saber que pude lhe proporcionar algo bom através do meu poema.
      Esse poema tem nele várias coisas que estão presentes em alguns dos meus pensamentos.

      Até o próximo poema...

      Excluir

Postar um comentário