Poema "L" Nº 2

Ao som das pedras que gritam
E dos metais que ecoam pelo ar
E dos pingos de chuva que caem
Aqui estou eu, escrevendo um novo poema

Estou cercado por vários sons
Os que gosto e não gosto de ouvir
Me concentro nos que gosto
E os que não gosto ignoro

O fato é que apesar de não parecer, ainda estou inspirado...
Ouvindo música enquanto digito, isso até que é bom...

Coisas estranhas estão acontecendo pelo mundo
Enquanto estou escrevendo aqui
Na paz de minha pacata cidade
Cujo céus ainda não nos surpreendeu

Há coisas que as pessoas não são capazes de compreender...
São como tesouros, ou seja, guarde apenas para você...

O que é melhor no sono
Do que ter deitada ao seu lado
A pessoa mais amada por ti nesse mundo
Que bom seria dormir em seus braços.

Quero viver intensamente
Cada dia de minha vida
Amando, sonhando, desejando
Paz, harmonia e muito amor...

by Lôh

Comentários

  1. eh isso ai meu guri!! continua assim.
    ta mandando muito bem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Chico! Fico grato pela sua participação.

      Fica na paz...

      Excluir
  2. Lindo poema. ÁS v ezes também costumo escrever interagindo com a natureza. Isso é lindo demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelo seu comentário também. No final das contas, tudo é natural, independente da origem... hehe. Novamente estou muito grato pelos seus elogios minha cara.

      Fica na paz...

      Excluir

Postar um comentário